Itu recebe etapa do 7º Rodeio de Caminhões

São Paulo, 15 de dezembro de 2017 – Depois da primeira etapa em Canoas (RS), chega a vez de Itu (cerca de 100 km da capital São Paulo) receber, nos dias 19 e 20 de janeiro, a partir de 7h30, o 7º Rodeio de Caminhões. A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, promove o torneio para estimular e valorizar, entre os motoristas de caminhões-tanque, a segurança viária.

No Rodeio, cinquenta motoristas, com a torcida de suas famílias, têm de mostrar suas habilidades à frente de um caminhão-tanque. Ao todo, o condutor deve realizar uma rotina de cinco testes de precisão de manobras, em um tempo máximo 7 minutos: curva com cones, estacionamento de ré, estacionamento paralelo ao meio-fio em 90 graus, condução em linha reta com pinos e linha de parada, além de ser submetido a testes teóricos das rotinas operacionais. O evento será realizado na Simeira Logística (Rua Aquilino Limongi, 439, Jardim Maynard, Itu-SP).

Cerca de 3,5 mil motoristas das empresas prestadoras de serviços para a Raízen dirigem 3 mil caminhões em estradas e vias de todo o Brasil. Esta frota roda um total de aproximadamente 220 milhões de km por ano, distância equivalente a 500 mil viagens Rio-São Paulo.

Para promover o ambiente de segurança viária entre estes parceiros, a Raízen criou a campanha “Zero Acidente”, com grande foco em meritocracia. Uma série de ações motivacionais, como workshops e treinamentos nas filiais das transportadoras, que tem como objetivo promover a excelência operacional e zerar o número de acidentes. O Rodeio de Caminhões integra esta estratégia, valorizando os profissionais com destacada performance em segurança.

“Desta forma, buscamos a valorização da segurança viária e da saúde dos motoristas parceiros”, ressalta o gerente de Operações de Transporte da Raízen, Eduardo Lucena.

Para participar, o motorista - além de realizar provas teóricas sobre atividades cotidianas antes da competição - precisa pertencer a uma transportadora que tenha atingido todos os indicadores de performance de segurança no período, como zero acidente com pessoas e zero derrame de carga líquida. Os profissionais ainda precisam ter um histórico de zero violação, não apresentando picos de velocidade e com um rigoroso cumprimento das regras de jornada de trabalho.

Vale ressaltar que, cotidianamente, os caminhões-tanque são monitorados por telemetria que acompanha a performance do motorista. “Todo caminhão que presta serviços para a Raízen possui esse sistema. O dispositivo mede se o condutor está na velocidade adequada, as motivações que levaram o motorista a realizar uma freada brusca, jornada de trabalho e descanso, por exemplo”, conta Lucena

Além do Rodeio de Caminhões, premiando os motoristas que primam pela segurança viária, a Raízen oferece o Clube Irmão Caminhoneiro Shell, programa pioneiro de relacionamento que busca trazer benefícios desenvolvidos para quem leva a vida na estrada. E o Clube Irmão apoia o Rodeio. “Essa união reforça nosso posicionamento de parceiro dos motoristas em todos os momentos”, destaca Andreas Lips, gerente de Marketing Rodovias e Diesel.

Paulínia (SP) e Fortaleza (CE), respectivamente, receberão a terceira e a quarta etapas. Os 50 melhores pontuados no ranking geral participarão da final, em um resort no Nordeste, com a companhia e a torcida de suas famílias. O prêmio ao vencedor da grande final é um carro 0km; o segundo colocado recebe uma moto 0km; o terceiro ganha uma TV com home theater. Nas etapas regionais, os prêmios são, respectivamente do primeiro ao terceiro lugares, uma TV Led 43’’, um tablet e um notebook.

Sobre a Raízen

A Raízen se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, produz 4,2 milhões de toneladas de açúcar anualmente e 4,7 milhões de toneladas são comercializadas. A companhia também tem 940 MW de capacidade instalada de produção de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar e a empresa comercializa anualmente 2.8 TWh de energia elétrica. A Raízen também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do Estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

 

Raízen nas redes sociais