Mudanças Climáticas

Mudanças Climáticas

As mudanças climáticas no planeta são resultado da intensificação das atividades humanas e do aumento das emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE). Como consequência, o tema vem ganhando relevância e surgem boas práticas públicas e privadas em gestão dessas emissões, um cenário de mercado chamado Economia de Baixo Carbono. Alinhados a essas novas tendências, investimos em aumentar nossa presença no mercado de bioprodutos, que junto ao nosso gerenciamento robusto de emissões tem trazido oportunidades, permitindo que nos destaquemos e favorecendo o desenvolvimento sustentável do negócio.

Nossas Emissões

Desde a nossa criação, quantificamos e gerenciamos as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) oriundas de nossa atividade através do inventário anual de emissões. Para isso, seguimos as diretrizes do The Greenhouse Gas Protocol, e de sua versão nacional, o Programa Brasileiro GHG Protocol. Com isso, conseguimos mapear onde estão nossos maiores e menores impactos e avaliar onde aplicar mais ou menos de nossa energia.

Gestão das Mudanças Climáticas

Devido à intensificação das atividades humanas e suas emissões, o planeta passa por mudanças climáticas que resultam em diversos impactos. Com o objetivo de gerenciar esse impacto negativo, surge a economia de baixo carbono, que consiste em um novo comportamento de mercado, tanto B2B quanto B2C, que traz uma maior visibilidade e valorização de produtos que gerem menos impactos ambientais, como os bioprodutos. Alinhados a essas tendências de mercado, temos diversificado nosso portfólio de bioprodutos, como a geração de bioenergia e a produção de E2G a partir do uso da biomassa. Isso contribui para menores níveis de emissão no total de nossas operações. Ao mesmo tempo, realizamos um gerenciamento robusto de emissões, que tem trazido à empresa diversas oportunidades de se destacar favorecendo o desenvolvimento sustentável do negócio.