Imagem do Banner

Metas e Performance

Compromissos Públicos

Com o objetivo de deixar claro nosso comprometimento com o impacto positivo dos nossos negócios, operações, produtos e serviços, assim como estimular nossos parceiros a evoluírem em suas ambições em sustentabilidade, assumimos e divulgamos nossos compromissos públicos, que se relacionam com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 das Nações Unidas.

Estas metas nos apoiam fortemente em nossa missão de redefinir o futuro da energia, por meio do desenvolvimento de soluções de alto valor sustentável para nossos públicos. Nossos compromissos são:

Navegue entre os temas

Mudanças climáticas e Transição energética
Gestão Hídrica
Gestão Agrícola e Biodiversidade
Compras Sustentáveis
Direitos Humanos
Ética e Governança
Relacionamento com a comunidade
Diversidade e inclusão
Tema
O que é
Objetivos
Progresso
Meta - Ano
Mudanças climáticas e Transição energética

Mudanças climáticas e Transição energética

Mudanças climáticas e Transição energética

Nosso compromisso é impulsionar a transição energética global fortalecendo nossa contribuição na década da ação.

Para isso, buscamos ampliar a nossa produção de energia renovável, reduzir a pegada de carbono por meio de eficiência e inovação em todos os nossos processos favorecendo uma jornada de descarbonização que seja rentável e que promova redução de emissões para os nossos clientes.

  • Aumento de 80% na produção de energia renovável até 2030
    Progresso Meta - Anoo
    24%
    23'24
    80% até 30'31
  • Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol
    Progresso Meta - Anoo
    8%
    23'24
    20% até 30'31
  • Alcançar e manter 80% do EBITDA ajustado proveniente de Negócios renováveis.
    Progresso Meta - Anoo
    61%
    23'24
    80% até 30'31
  • Reduzir em 10% a intensidade de carbono do uso de produtos vendidos
    Progresso Meta - Anoo
    5%
    23'24
    10% até 30'31
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 22’23

Aumento de 80% na produção de energia renovável até 2030

  • Baseline safra 18’19: 63.640 milhões de MJ
  • Resultado safra 22’23: 74.860 milhões de MJ (17,63%)

Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol

  • Baseline safra 18’19: 20,4 gCO2/MJ
  • Resultado safra 22’23: 19,00 gCO2/MJ (7%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

Alcançar e manter 80% do EBITDA ajustado proveniente de Negócios renováveis

  • Baseline safra 18’19: Não há baseline para referência, dado que o compromisso é alcançar 80% de Ebitda Renovável versus o próprio EBITDA Ajustado do ano-safra 30’31.
  • Resultado safra 22’23: 59%

Reduzir em 10% a intensidade de carbono do uso de produtos vendidos

  • Baseline safra 18’19: 55,32 gCO2e/MJ
  • Resultado safra 22’23: 53,7 gCO2e/MJ ( -3%)
Avanços nesse período
  • Aquisição de novos parques de bioenergia com boa eficiência operacional (usinas Biosev).
  • Aprofundamento em projetos de melhoria de eficiência no uso de combustíveis em campo.
  • Aplicação de técnicas avançadas de irrigação e aplicação de insumos.
  • Em 2022, mantivemos o nível de liderança no CDP Clima, o que traduz a consistência da nossa jornada de descarbonização.
  • Ainda, seguimos atuando sobre as principais avenidas para redução da pegada de carbono do nosso Etanol: (i) diminuição e alternativas para substituição dos fertilizantes sintéticos; (ii) redução e alternativas para substituição do combustível fóssil em operações agrícolas; (iii) aumento da produtividade dos nossos canaviais.
  • Garantimos a verificação por terceira parte dos resultados da pegada de carbono anualmente;
  • Incluímos a pegada de carbono dos produtos como parte da remuneração variável dos funcionários;
  • Aderimos ao CDP Supply Chain para evoluir junto aos nossos fornecedores na jornada de gestão de emissão e riscos de mudanças climáticas.
  • Análises financeiras de impacto dos investimentos recorrentes e do crescimento da companhia na pegada de carbono dos nossos produtos.
  • Desenvolvimento da primeira curva MACC da companhia para priorização de alocação de capital em projetos de redução de emissão.
  • Expansão do uso de subprodutos do nosso processo produtivo no campo, substituindo insumos sintéticos que são mais emissores - o que reforça, também, o grau circularidade das nossas atividades.
Histórico 21’22

Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol

  • Baseline safra 18’19: 20,4 gCO2/MJ
  • Resultado safra 21’22: 19,66 gCO2/MJ (4%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

*Os demais compromissos climáticos não possuem resultados, pois tratam-se de compromissos novos estabelecidos na safra 22'23

Avanços nesse período
  • Análises financeiras de impacto dos investimentos recorrentes e de crescimento da companhia em pegada de carbono dos nossos produtos;
  • Desenvolvimento da primeira curva-macc da companhia para priorização de alocação de capital em projetos de redução de emissão;
  • Aquisição de novos parques de bioenergia com boa eficiência operacional (usinas Biosev);
  • Aprofundamento em projetos de melhoria de eficiência no uso de combustíveis em campo;
  • Aplicação de técnicas avançadas de irrigação e aplicação de insumos;
  • Expansão do uso de subprodutos do nosso processo produtivo no campo, substituindo insumos sintéticos que são mais emissores - o que também reforça a circularidade das nossas atividades.
  • Em 2022, mantivemos o nível de liderança no CDP Clima, o que traduz a consistência da nossa jornada de descarbonização.
  • Ainda, seguimos atuando sobre as principais vias para redução da pegada de carbono do nosso Etanol: (i) diminuição e alternativas para substituição dos fertilizantes sintéticos; (ii) redução e alternativas para substituição do combustível fóssil em operações agrícolas; (iii) aumento da produtividade dos nossos canaviais
Histórico 20’21

Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol

  • Baseline safra 18’19: 20,4 gCO2/MJ
  • Resultado safra 20’21: 20,35 gCO2/MJ (0,2 %)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

**Os demais compromissos climáticos não possuem resultados, pois trata-se de compromissos novos estabelecidos na safra 22'23

Avanços nesse período
  • Contamos com maior envolvimento da liderança no tema por meio do reporte no Comitê de Responsabilidade Social. Garantimos a verificação por terceira parte dos resultados da pegada de carbono anualmente. Incluímos a pegada de carbono dos produtos como parte da remuneração variável dos funcionários.
  • Aderimos ao CDP Supply Chain para evoluir junto aos nossos fornecedores na jornada de gestão de emissão e riscos de mudanças climáticas. Seguiremos atuando sobre as principais avenidas para redução da pegada de carbono do nosso Etanol: (i) diminuição do uso de fertilizantes sintéticos; (ii) redução do consumo de combustível fóssil em operações agrícolas; (iii) aumento do TCH (tonelada de cana por hectare) do canavial; (iv) projetos de inovação na área agrícola, como agricultura de precisão, que tendem a gerar economia no uso de insumos e aumento de produtividade. Incluímos os riscos climáticos na matriz de riscos dos negócios.
  • Em 2020, atingimos o grau A- (nível de liderança) no CDP, demonstrando uma gestão e estratégia robusta no tema.
Histórico 23'24

Aumento de 80% na produção de energia renovável até 2030

  • Baseline safra 18’19: 63.640 milhões de MJ
  • Resultado safra 23’24: 79.220 milhões de MJ (24%)

Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol

  • Baseline safra 18’19: 20,4 gCO2/MJ
  • Resultado safra 23’24: 18,72 gCO2/MJ (8%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

 

Alcançar e manter 80% do EBITDA ajustado proveniente de Negócios renováveis

  • Baseline safra 18’19: Não há baseline para referência, dado que o compromisso é alcançar 80% de Ebitda Renovável versus o próprio EBITDA Ajustado do ano-safra 2030’2031.
  • Resultado safra 23’24: 61%

Reduzir em 10% a intensidade de carbono do uso de produtos vendidos

  • Baseline safra 18’19: 55,32 gCO2e/MJ
  • Resultado safra 23’24: 52,36 gCO2e/MJ (5%)
Avanços nesse período

Aumento de 80% na produção de energia renovável até 2030:

  • Expansão na produção do E2G, com inauguração de uma nova planta;
  • Ganho de produtividade agrícola nas áreas da Raízen, com safra recorde.

Reduzir em 20% a pegada de carbono do etanol e alcançar e Manter 80% do EBITDA ajustado proveniente de Negócios renováveis

  • Implementação de projetos de eficiência agrícola, reduzindo aplicação de insumos que compõe a maior parte das nossas emissões;
  • Expansão da produção de E2G, aumentando o mix de produto de menor pegada de carbono no etanol Raízen;
  • Implementação de tecnologias de georreferenciamento torna mais eficiente o uso de maquinário a diesel na operação.

Reduzir em 10% a intensidade de carbono do uso de produtos vendidos

  • Influência em políticas públicas que visam o desenvolvimento de mercados para os nossos produtos renováveis, como o CORSIA.
  • Desenvolvimento do portfólio de renováveis da Raízen.
  • Consolidamos a entrega dos volumes de E2G já comprometidas da usina Costa Pinto e iniciamos as operações da segunda planta do programa de E2G (Bonfim) elevando a capacidade nominal máxima instalada das duas plantas para 114 k m³
  • Revisão estratégica do Biogás (addressable market review);
  • Desenvolvimento das rotas de monetização do Biogás;
  • Acompanhamento e diligência da 1ª planta 100% Biometano da Raízen (Costa Pinto)
Gestão Hídrica

Gestão Hídrica

Gestão Hídrica

A Raízen busca a excelência da sua gestão hídrica, visando aumentar a resiliência, uma vez que a água está diretamente ligada com nossas atividades.
Por isso, utilizamos o recurso de forma consciente e responsável, sempre em busca de reduzir nossa captação externa, melhoria de processos e gestão e promovendo a circularidade.

  • Reduzir em 15% o volume de água captada de fonte externas no período de moagem, privilegiando o uso e reuso de água proveniente da própria cana-de-açúcar e mantendo um mapeamento anual do risco de disponibilidade hídrica em nossas unidades industriais.
    Progresso Meta - Anoo
    13,7%
    23'24
    15% até 30'31
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 22’23
  • Baseline safra 18’19: 1,009m³/TC
  • Resultado safra 22’23: 0,894 m³/TC (11,4%)
Avanços nesse período
  • Na safra 22'23 evoluímos nossa governança, criando nossa política de águas e gestão hídrica, além de procedimentos que direcionam e suportam nossas operações no avanço no tema gestão hídrica.
  • Integramos completamente as unidades ex-Biosev, adequando nosso monitoramento on-time de eficiência hídrica e atualizando os métodos de apuração de resultados. Criamos o 1º Prêmio Protagonistas ReduZa, premiação interna que visa reconhecer os bioparques que se destaquem com projetos industriais e sociais de relevância ao tema.
  • Avançamos em nossa gestão integrada de águas, realizando um estudo de materialidade em todos os negócios Raízen com operação própria, posteriormente priorizando os negócios onde o tema águas é mais crítico.
  • Consolidação de um focal do programa ReduZa em cada bioparque, engajando a unidade e promovendo melhorias.

*O resultado final do indicador tem relação com uma evolução no método de apuração dos dados (ex: adição de consumo administrativo), melhoria de acurácia das medições (ex: adição de medições antes não imputadas) e com a inserção das 8 unidades adquiridas da Biosev.

Histórico 21’22
  • Baseline safra 18’19: 1,009m³/TC
  • Resultado safra 21’22: 0,907m³/TC
Avanços nesse período
  • Na safra 21'22 melhoramos os equipamentos de medição de vazão e instalamos novos pontos para possibilitar uma análise mais ampla e refinada dos dados, trazendo maior confiabilidade para os dados. A quebra de produção da cana-de-açúcar devido ao efeito climatológico somado ao menor tempo de safra, resultou no menor consumo de água nas nossas unidades comparado às safras anteriores.
  • Aumento das visitas em campo pelo time de qualidade de água para compartilhar boas práticas e estimular as Unidades na melhor gestão hídrica. Na safra 21'22, ampliamos a governança sobre os índices de captação de água de fontes externas, realizando monitoramento semanal com visibilidade para a alta liderança (Vice-presidente de Upstream, Diretores e Gerentes), e apresentação de planos de ação para reversão nas unidades com captação acima da meta estabelecida.
Histórico 20’21
  • Baseline safra 18’19: 1,009m³/TC
  • Resultado safra 20’21: 0.936m³/TC
Avanços nesse período
  • A safra 20'21 foi desafiadora, com destaque para o longo período de estiagem, que impactou na qualidade da cana-de-açúcar, em especial com valores sem precedentes históricos de quantidade elevada de ATR, o que foi bastante positivo.
  • Por outro lado, como a Raízen utiliza água que vem da própria cana-de-açúcar, esta veio em menor quantidade, também sem precedentes históricos.
  • Graças ao Programa Reduza, foi possível fechar a captação de águas de fontes externas durante o período de moagem no mesmo patamar das safras anteriores, mesmo diante da estiagem.
  • Temos melhorado o sistema de captação, bem como alguns investimentos em reuso de águas ao longo do processo e fechamento de determinados circuitos abertos. Com isso, esperamos ter resultados ainda melhores.
Histórico 23’24
  • Baseline safra 18’19: 1,009m³/TC
  • Resultado safra 23’24: 0,870 m3/ (13,7%)
Avanços nesse período
  • Primeiro ciclo de pontos focais em todos os Bioparques, contando com pontos de ação pré-definidos para uma melhora homogênea nas unidades.
  • Realização de nova premiação interna que fomenta cases de inovação
  • Investimento em ações de melhoria de eficiência do uso da água
Gestão Agrícola e Biodiversidade

Gestão Agrícola e Biodiversidade

Gestão Agrícola e Biodiversidade

O uso eficiente e responsável da terra é um princípio do qual não abrimos mão.
Diante do contexto em que estamos inseridos, o uso otimizado e legalidade comprovada desse recurso, bem como a rastreabilidade das matérias-primas são aspectos chave para garantirmos nosso alto padrão de sustentabilidade.

  • Aumentar a geração de energia por área colhida (GJ/ha) em 15%
    Progresso Meta - Anoo
    6,2%
    23'24
    15% até 30'31
  • Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros) e zero desmatamento ilegal pós 2008
    Progresso Meta - Anoo
    99.58%
    23'24
    100% até 30'31
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 22’23

Aumentar a geração de energia por área colhida (GJ/ha) em 15%

  • Baseline 18’19: 152 GJ/ha
  • Resultado 22’23: 154,3 GJ/ha (3,2%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.


Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros)

  • Baseline 18’19: 93%
  • Resultado 22’23: 98.6%
  • * Zero desmatamento ilegal pós-2008: Utilizaremos como base o estudo desenvolvido pela Agroícone para identificação de áreas com indícios de desmatamentos (em áreas próprias e de fornecedor). O dia 22/07/2008 foi estabelecido como data de corte por conta do Código Florestal Brasileiro. Somado ao estudo, cada polígono identificado como possível caso de desmatamento, entre 2008 e 2020, foi analisado individualmente utilizando histórico de imagens da plataforma Google Earth. Após essa análise refinada com imagens de maior resolução, 99.5% da nossa área foi identificada como livre de desmatamento. Para verificar o processo de legalidade do restante, está será realizado uma investigação junto às fazendas e órgãos competentes para verificarmos se a supressão foi legal ou ilegal, e se ocorreu dentro do período de contrato com a Raízen, para poder então tomar as devidas providências, se necessário
Avanços nesse período

Rastreabilidade do volume da cana moída

  • Na safra de 22´23, foi implementado a rotina de geração desta informação diária, conforme planejado, isso refletiu num incremento de aproximadamente 5% no indicador.

Geração de energia por área colhida

  • Aumento significativo da produtividade, com impacto direto na produção de etanol e açúcar. Mais esforços na produção de biogás e E2G (aproveitamento de resíduos).

Desmatamento Ilegal

  • Revisão de todo processo de parceria para garantir que novas áreas ou áreas em renovação estejam dentro do escopo dessa meta.
Histórico 21’22

Aumentar a geração de energia por área colhida (GJ/ha) em 15%

  • Baseline 18’19: 152 GJ/ha
  • Resultado 21’22: 145 GJ/ha (5,1%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros)

  • Baseline 18’19: 93%
  • Resultado 21’22: 93%
Avanços nesse período
  • Na safra de 21'22, refinamos a governança sob a rastreabilidade geográfica da nossa matéria-prima, tendo maior precisão na análise, controle dos dados e respaldos contratuais. O acompanhamento dos dados e análises passaram a ser feitos de forma trimestral.
  • Devido a esse aprimoramento de governança, houve uma pequena queda do indicador, mas necessária para alcançarmos maior confiabilidade da performance. Focados em melhoria contínua, para o próximo ciclo prevemos avanços nos nossos sistemas para realizarmos as análises diariamente.
  • Seguindo os padrões da ANP no programa Renovabio, atualizamos o poder calorífico do Etanol de 24 para 22,3 MJ/L, tornando o indicador mais conservador.
  • Na safra 21'22 tivemos uma quebra, o que significa a diminuição de produtividade devido a fatores não controláveis, como questões climáticas. Isso resultou em uma produtividade menor, levando a uma queda de performance do indicador.
  • Em linha com a estratégia de longo prazo da companhia de expansão do portfólio de energia renovável e economia circular, nessa safra aumentamos a produção de biogás.
Histórico 20’21

Aumentar a geração de energia por área colhida (GJ/ha) em 15%

  • Baseline 18’19: 152 GJ/ha
  • Resultado 20’21: 169,9 GJ/ha (6,4%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

 

Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros)

  • Baseline 18’19: 93%
  • Resultado 20’21: 94%
Avanços nesse período
  • Plano de expansão de energias renováveis e investimentos contínuos para aumentar a produtividade agrícola são nossas propostas para melhoria do indicador (GJ/ha). Um exemplo da nossa evolução é a inauguração, em 2020, da nossa primeira planta de Biogás a partir da vinhaça e da torta com 21 MW de capacidade instalada;
  • A cana de açúcar é a cultura com maior rendimento em energia por área ocupada e este indicador representa a eficiência da Raízen no uso da terra, em base energética. Ou seja, o quanto a companhia consegue extrair de conteúdo energético da cana-de-açúcar e seus subprodutos na mesma área de cultivo;
  • Empenhamos um esforço contínuo em garantir esse elevado padrão, mesmo em um setor de alto dinamismo;
    Uma premissa do nosso modelo de negócios é a rastreabilidade da origem da nossa matéria-prima, mesmo quando se trata de cana-de-açúcar de fornecedores terceirizados;
  • A rastreabilidade de nossa matéria prima nos permite atuar de forma ativa na cadeia, como é o caso do Programa ELO que alcançou importantes evoluções em 20/21
Histórico 23’24
  • Baseline 18’19: 152 GJ/ha
  • Resultado 23’24: 178,62 GJ/ha (6,2%)
    *Para cálculo do indicador, é considerado a considerado a média móvel dos últimos três anos.

Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros)

  • Baseline 18’19: 93%
  • Resultado 23’24: 99,58%
  • * Zero desmatamento ilegal pós-2008: Utilizaremos como base o estudo desenvolvido pela Agroícone para identificação de áreas com indícios de desmatamentos (em áreas próprias e de fornecedor). O dia 22/07/2008 foi estabelecido como data de corte por conta do Código Florestal Brasileiro. Somado ao estudo, cada polígono identificado como possível caso de desmatamento, entre 2008 e 2020, foi analisado individualmente utilizando histórico de imagens da plataforma Google Earth. Após essa análise refinada com imagens de maior resolução, 99.5% da nossa área foi identificada como livre de desmatamento. Para verificar o processo de legalidade do restante, está será realizado uma investigação junto às fazendas e órgãos competentes para verificarmos se a supressão foi legal ou ilegal, e se ocorreu dentro do período de contrato com a Raízen, para poder então tomar as devidas providências, se necessário.
Avanços nesse período

Aumentar a geração de energia por área colhida (GJ/ha) em 15%

  • Aumento da produtividade agrícola, aumento de 70 toneladas por hectare na safra 22’23 para 84 toneladas por hectare na Safra 23’24
  • Início da operação da Usina de E2G da Bonfim produzindo mais produto por hectare

Garantir a rastreabilidade de 100% do volume de cana moída (própria e de terceiros)

  • Implementação de rotina diária com geração automática de alertas.
  • Desenvolvimento de tecnologia e início de definição de metodologia para avaliação de desmatamento
  • Revisão do processo de gestão de cana para permitir que todas as áreas estejam dentro da base de geotecnologia com engajamento de todos os envolvidos.
Compras Sustentáveis

Compras Sustentáveis

Compras Sustentáveis

Para que nossa energia esteja presente no Brasil e no mundo, nós zelamos pela sustentabilidade em nossa cadeia de suprimentos, seja na matéria prima ou nos produtos e serviços que contratamos. Contamos com uma plataforma integrada de redução de riscos e geração de valor composta pela certificação Bonsucro e programa ELOS Raízen, bem como um programa de gestão de fornecedores em constate evolução

  • Monitorar 100% dos fornecedores críticos sob a ótica ESG por meio de uma metodologia reconhecida e desenvolvê-los por meio do Raízen Desenvolve, garantindo que todos estejam aderentes aos critérios mínimos de sustentabilidade da Raízen
    Progresso Meta - Anoo
  • Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente
    Progresso Meta - Anoo
    80%
    23'24
    100% até 30'31
  • Atingir e manter todas as unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido
    Progresso Meta - Anoo
    83,3%
    23'24
    100% até 26'27
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 20’21

Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente

  • Baseline 18’19: 94%
  • Resultado 20’21: 96%

*Os compromissos de “Monitorar fornecedores críticos sob a ótica ESG” e “Unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido” não existiam na safra 20'21.

Avanços nesse período

Monitoramento técnico dos produtores

  • Foram realizadas mais de 3.700 visitas para engajar e monitorar tecnicamente os produtores de cana-de-açúcar e compartilhar valor, incentivando a adoção das melhores práticas.
  • Diversos materiais de orientação foram distribuídos, juntamente com treinamento e atualizações para a equipe ELO.
  • Treinamento contínuo e atualizações foram fornecidos para a equipe ELO.
  • Um novo aplicativo foi criado, desenvolvido em parceria com a Solidaridad, para apoiar a equipe ELO na gestão de ações de melhorias.
  • Em 2019, 20 unidades foram certificadas com Bonsucro, e a certificação foi alcançada na unidade Santa Cândida na região de Bocaina-SP.
  • Em 2020, 21 unidades certificadas Bonsucro foram alcançadas, e a certificação foi alcançada na unidade Paraíso na região de Brotas-SP.

Engajamento dos produtores por meio da proposta de valor do Programa ELO

  • Foram realizados 12 fóruns de leis trabalhistas em parceria com associações de produtores, com a participação de 318 fornecedores de cana-de-açúcar.
  • Na safra 18/19, foi formada uma parceria com o SENAR e outras instituições para realizar cursos de capacitação para os funcionários dos fornecedores, totalizando 60 turmas.
  • Na safra 18/19, seis coletas itinerantes de embalagens de agroquímicos foram promovidas em locais distantes dos locais de coleta autorizados.
  • Na safra 20/21, foi lançado o 1º Relatório Anual do Programa ELO, mostrando os principais impactos do programa no campo.
  • São feitos esforços constantes para buscar parcerias que aumentem o alcance do programa e levem as melhores práticas a outros produtores do setor.

Várias ações foram implementadas para manter nossas certificações, como:

  • Plano de Gestão Ambiental (PGA), com ações para reduzir possíveis impactos e gerenciar os recursos naturais.
  • Disponibilidade e ampla divulgação de um canal de comunicação aberto (SAC) para dúvidas, reclamações, sugestões e elogios para garantir o envolvimento das pessoas na execução adequada das atividades.
  • Iniciativas que demonstram conformidade com os indicadores estabelecidos pelo Bonsucro e preocupações com a cadeia de produção de cana-de-açúcar.
Histórico 21’22

Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente:

  • Resultado 21’22: 99%

 

Atingir e manter todas as unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido

  • Baseline 18’19: 63% (O baseline da safra 18’19 foi revisado e ajustado para 100% na safra 22’23)
  • Resultado 21’22: 77%
Avanços nesse período

Fontes de cana de açúcar cobertas por um padrão de sustentabilidade e unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido

  • O Programa ELO foi o primeiro padrão para produtores de cana-de-açúcar criado por uma empresa a ser reconhecido pela SAI Initiative (Iniciativa para Agricultura Responsável) por ter critérios equivalentes ao FSA (Farm Sustainability Assessment). Este reconhecimento é uma confirmação da robustez do Programa e a garantia de que a atuação da companhia junto a seus fornecedores de matéria-prima está alinhada aos requisitos de sustentabilidade mais exigentes do mercado.
  • Na safra 21/22, ampliamos o escopo do Programa ELO, tornando-o ainda mais robusto, e passamos a avaliar os fornecedores de contratos pontuais (SPOT) para garantir o atendimento a critérios mínimos Raízen.
  • Iniciamos o diagnóstico dos produtores das unidades do Centro-Sul recentemente adquiridas (ex-Biosev)
  • Avanços no desenvolvimento do PGA (Plano de Gestão Ambiental), tornando-o mais robusto e com ações direcionadas para melhorias em nossos processos e prevenção dos possíveis impactos das nossas operações.
  • Aumento do engajamento das equipes na divulgação do canal de comunicação (SAC) com stakeholders para dúvidas, reclamações, sugestões e elogios, a fim de melhorar nossos processos e atividades.
  • Seguimos investindo em segurança e meio ambiente, para evoluirmos cada vez mais nas condições de bem-estar e segurança dos colaboradores e prevenir impactos ao meio ambiente.
  • Manutenção de iniciativas que possibilitaram demonstrar o atendimento aos indicadores estabelecidos pelo Bonsucro e a responsabilidade com a cadeia produtiva da cana-de-açúcar, como por exemplo dashboard para avistamentos de animais silvestres, BI para gestão dos volumes de aplicação de agroquímicos, ações para minimizar a ocorrência de incêndios acidentais, investimentos para redução do consumo de água e campanhas para melhoria na gestão de resíduos
Histórico 22’23

Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente

  • Resultado 22’23: 67%

Atingir e manter todas as unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido

  • Baseline 22’23: 100% (O baseline da safra 18’19 foi revisado e ajustado para 100% na safra 22’23)
  • Resultado 22’23: 80%
Avanços nesse período

Monitoramento de Fornecedores Críticos

  • Implementação e conclusão do piloto do Programa de Desenvolvimento de Fornecedores Locais - "Raízen Desenvolve," em parceria com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), resultando em ganho de reputação e impacto positivo em Micro e Pequenos Fornecedores, incluindo:
  • Redução nos prazos de pagamento (21 dias líquidos): Antecipação de R$52,4 milhões (impacto aproximado de R$1,2 milhão no fluxo de caixa do fornecedor).
  • Isenção de taxa de homologação: Valor convertido de R$38.500.
  • Serviços de consultoria do SEBRAE visando melhorar a gestão empresarial fornecidos a 59 PMEs, resultando em um ganho médio de competitividade de 26%.
  • Evolução da gestão de riscos ESG - Revisão da Matriz de Categorias Críticas de Suprimentos, mapeando 18 fatores de risco, levando a ações focadas em mitigar os riscos dos fornecedores críticos. Exemplo inclui a implementação do processo de auditoria nos alojamentos de fornecedores contratados pela área de Suprimentos. Remediando riscos críticos de fornecedores sob a ótica de direitos humanos e requisitos trabalhistas. Desempenho no ano agrícola: 461 alojamentos ativos, 419 alojamentos auditados

Unidades Certificadas de Etanol, Açúcar e Bioenergia

  • Avanços no desenvolvimento do Plano de Gestão Ambiental, tornando-o mais robusto com ações para melhorar processos e prevenir possíveis impactos.
  • Maior engajamento na divulgação do canal de comunicação aos stakeholders para perguntas, reclamações, sugestões e elogios visando melhorar processos e atividades.
    Investimento contínuo em segurança e meio ambiente para avançar no bem-estar e segurança dos funcionários e prevenir impactos ambientais.
  • Continuação de iniciativas demonstrando conformidade com os indicadores Bonsucro e responsabilidade pela cadeia de produção de cana-de-açúcar, como BI para gerenciar volumes de aplicação de agroquímicos, ações para minimizar incêndios acidentais, investimentos para reduzir o consumo de água e campanhas para melhorar a gestão de resíduos.
  • Implementação de diretrizes do novo Padrão Bonsucro, garantindo preparação para auditorias quando o padrão entrou em vigor.
  • Diagnóstico das unidades adquiridas da Biosev para orientar o plano de implementação para os próximos anos agrícolas.

Cana-de-açúcar coberta por padrão de sustentabilidade

  • Mais de 48.000 horas de consultoria dedicadas aos produtores de cana-de-açúcar da Raízen para promover as melhores práticas sociais e ambientais.
  • Implementação do Programa Elos na região Centro-Sul (regiões de produtores antigos da Biosev), encerrando o ano agrícola com 93% do volume de cana-de-açúcar do fornecedor no programa.
  • Fortalecimento da oferta de valor integrada da Raízen, formada pelos Programas Elos e Jornada Cultivar, para apoiar fornecedores, facilitar o acesso a iniciativas de gestão agrícola, gestão de redução de custos, soluções financeiras, eficiência e produtividade.
  • Oferta do primeiro curso ESG da Raízen concebido especificamente para o setor sucroenergético no Brasil em parceria com a FIA Business School.
Histórico 23’24

Monitorar 100% dos fornecedores críticos sob a ótica ESG

  • Baseline 23’24: O compromisso foi revisado na safra 23’24.
  • Resultado 23’24: Os dados estão em processo de consolidação, via ferramenta de governança. A construção da meta foi segmentada em definições qualitativas e compilação de dados quantitativos, na safra 23´24 o objetivo foi endereçar o primeiro ponto, afim de construir uma baseline e roadmap de atingimento coerente com a meta 2030 já realizada a mercado.

Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente

  • Resultado 23’24: 80%

Atingir e manter todas as unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido

  • Baseline 22’23: 100% (O baseline da safra 18’19 foi revisado e ajustado para 100% na safra 22’23)
  • Resultado 23’24: 83,3%
Avanços nesse período

Monitorar 100% dos fornecedores críticos sob a ótica ESG

  • Expansão do Raízen Desenvolve como um Programa de Desenvolvimento da cadeia, impactando mais de 1.000 fornecedores por meio de ações nos três pilares de atuação do programa (Homologação de Processo, Gestão através do programa do Sebrae, Desenvolvimento na temática de Direitos Humanos, Incentivos financeiros entre outros)
  • Definição dos critérios mínimos ESG para cadeia de Suprimentos: Direitos Humanos, Direitos Trabalhista, Segurança, Financeiro, Reputacional e Fiscal.
  • Criação do Painel ESG, ferramenta interna desenvolvida pela Raízen para monitoramento dos fornecedores críticos sob a ótica ESG 
  • Expansão da Matriz de Categorias Críticas (MCC), ferramenta interna construída com base na metodologia do Centro de Estudos em Sustentabilidade – FGVces da FGV, que tem objetivo de rastrear e atuar sobre os riscos socioambientais e de mercado de matérias primas, insumos e serviços. Na safra 23’24, a MCC foi expandida e cobre 100% dos fornecedores com spend acima de R$ 3 MM.

Atingir e manter 100% das fontes de cana de açúcar tendo por referência um padrão de sustentabilidade reconhecido internacionalmente

  • Mais de 48 mil horas de consultoria dedicadas aos produtores de cana-de-açúcar da Raiz para promover as melhores práticas socioambientais por meio do Programa Elos
  • Fortalecimento da Oferta de valor integrada Raízen, formada pelos Programas Elos e Jornada Cultivar, com o objetivo de oferecer soluções que possam dar suporte aos fornecedores, facilitar acesso a iniciativas de apoio à gestão agrícola, à gestão para redução de custo, oferta de soluções financeiras, além de estimular a eficiência e produtividade;
  • Em parceria com a FIA Business School oferecemos aos fornecedores de cana da Raízen, a segunda edição curso ESG concebido especificamente para o setor sucroenergético no Brasil.
  • Avanço na certificação Bonsucro dos Bioparques, consequentemente, de novas áreas agrícolas
  • Ações para a adequação de áreas candidatas à certificação
  • Trabalho, junto ao Bonsucro, para a adequação de exigências para fazendas, de acordo com a realidade local

Atingir e manter todas as unidades em operação (EAB) certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido

  • Implantação dos requisitos Bonsucro no bioparque de Leme
Direitos Humanos

Direitos Humanos

Direitos Humanos

Entendemos o tamanho das nossas operações e a complexidade dos setores em que atuamos.
Por isso, buscamos avançar no tema de direitos humanos, não somente nas nossas operações, mas também incentivando nossa cadeia.

  • Promover avanços na área de direitos humanos em nossas operações e em nossa cadeia de suprimentos.
    Progresso Meta - Anoo
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 20’21
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 20’21: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período
  • Para promover avanços na área de direitos humanos em nossas operações e em nossa cadeia de suprimentos, desde 2018, somos signatários do Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, proposto pela Childhood Brasil e pelo Instituto Ethos.
  • Em 2019 e 2020, implementamos ações internas e externas de conscientização no tema e engajamento da cadeia de valor referentes ao combate à exploração sexual de crianças e adolescentes, por meio da adesão ao Pacto Empresarial Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, proposto pela Childhood Brasil e pelo Instituto Ethos.
  • Temos como diretriz manter a proteção aos direitos das comunidades indígenas e seguimos rigorosamente a conduta de não adquirir cana-de-açúcar de fornecedores de áreas declaradas indígenas.
  • Através do Prêmio Parceiro Raíz, motivamos e reconhecemos as boas práticas relacionadas ao tema, em nossa cadeia de fornecimento.
  • Avaliamos todas as nossas categorias de compras (que contemplam + de 4 000 fornecedores) com base em critérios socioambientais, e as classificamos em uma matriz de criticidade. Melhoramos, assim, nossa gestão de riscos e oportunidades.
  • Implementamos a Política Sustentável de Suprimentos, que tem direitos humanos entre suas diretrizes. E avançaremos mais nas próximas safras, trazendo diretrizes específicas para cada categoria de compra.
    Criamos o Programa de Assistência ao Empregado, que conta com assistência psicológica, orientação jurídica, consultoria financeira, serviço social, lives com especialistas em saúde mental e financeira.
  • Preocupados com o bem-estar e segurança dos nossos colaboradores no cenário de pandemia, implementamos medidas como inclusão de cobertura específica de seguro de vida e doação de cestas básicas.
Histórico 21'22
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 21’22: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período
  • Em 2022 a Raízen aderiu ao Pacto Global da ONU, maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo com objetivo de engajar o setor privado e mobilizar práticas de negócios nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.
  • Pelo futuro do meio ambiente, em 2022 a Raízen fechou acordo com a SOS Mata Atlântica para reflorestamento de áreas de preservação permanente.
  • No final de 2021 a Raízen criou uma área de Compliance Trabalhista, voltada para atuação nas denúncias de assédio e discriminação.
  • Em 2022 a Raízen estabeleceu parceria com uma consultoria especializada em Sustentabilidade e ESG para construção do Diagnóstico de Direitos Humanos, bem como a Política de DH e o roadmap de ações/oportunidades no tema.
Histórico 22’23
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 22’23: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período
  • A Raízen entrou no ranking de diversidade de gênero do Índice Teva Mulheres na Liderança. Esse é o primeiro estudo quantitativo da presença de mulheres na governança das empresas brasileiras listadas no índice, e resulta na maior base de dados de diversidade de gênero do Brasil, com mais de 150 mil cargos mapeados.
  • As lideranças consideradas no Índice são composições de Conselhos de Administração, Conselhos Fiscais, Diretoria Executiva e Comitês de Gestão. O índice também dá pontos para as empresas que atingiram equidade ou estão promovendo mais mulheres aos cargos de liderança – a Raízen ficou em 13º lugar com um score de 28,4 pontos.
  • Em parceria com o Institutos Ethos, disponibilizamos através da Universidade Raízen um treinamento sobre Direitos Humanos no Trabalho para todos os funcionários da Raízen.
  • Em 2022 a Raízen estabeleceu parceria com uma consultoria especializada para elaboração de um diagnóstico e plano de ação sobre a gestão da companhia em Direitos Humanos. O escopo contemplou as seguintes etapas:
    • Definição das temáticas de direitos humanos prioritárias para Raízen;
    • Análise de aderência aos documentos internacionais e nacionais;
    • Análise de mídias adversas;
    • Benchmark com os principais atores do mercado;
    • Mapeamento das oportunidades de melhoria nos documentos internos;
    • Entrevistas com stakeholders;
    • Propostas de melhoria na estrutura de governança;
    • Sugestões de indicadores de direitos humanos;
    • Análise de maturidade;
    • Elaboração da política de direitos humanos.
Histórico 23'24
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 23’24: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período

Apuração e resolução de denúncias de assédio e discriminação recebidas pelo canal de ética

  • Criação de novas subcategorias em assédio moral e discriminação;
  • Reuniões regulares com a liderança para endereçamento dos temas, baseado em dados dos registros e procedências;
  • Time de recebimento de denúncias dedicado para a Raízen, devidamente treinados, que colaboram com a melhor triagem e busca ativa de maiores informações nos protocolos com informações insuficientes para apuração
  • Utilização de ferramentas de clima e desempenho da companhia para acompanhamento da evolução dos casos

Reduzir o número de não conformidades em questões roxas no Programa ELOS Raízen

  • Indicador de IDH como meta do time de Implementação do Programa Elos
  • Inclusão das questões azuis (relacionadas a jornada de trabalho) como componente do indicador
  • Revisão do Guia de Avaliação do Programa Elos, incluindo o tema plantio
Ética e Governança

Ética e Governança

Ética e Governança

A Raízen entende a relevância do assunto e possui a ética como um de seus valores inegociáveis, orientando sua atuação em todas as frentes de negócio, tal como registrando e disseminando a conduta esperada de funcionários e parceiros. Sentindo a necessidade de se posicionar como verdadeiros protagonistas da causa, a companhia lançou um compromisso público de ética e governança com o objetivo de não só garantir as melhores práticas internamente, mas também junto a um setor de grande valia: o quadro de parceiros estratégicos.

  • Ser membro atuante em grupos setoriais multi stakeholders, liderando ao menos um grupo a fim de promover mudanças significativas em relação a combate à corrupção e maior promoção da transparência;
    Progresso Meta - Anoo
  • Influenciar de maneira ativa nossas contrapartes, que devem compartilhar dos valores de Ética & Governança da Raízen, através do respeito e fiel observância de nossas políticas.
    Progresso Meta - Anoo
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 20'21
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 20’21: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período
  • Realizamos um mapeamento dos riscos de Compliance de toda a companhia em conjunto com uma consultoria independente.
  • Revisamos a política de Integridade da Raízen e, com o objetivo de influenciar nossa cadeia, divulgamos aos nossos fornecedores de suprimentos.
  • Desenvolvemos e implementamos uma auditoria de Integridade para prestadores de serviço.
Histórico 21'22
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 21’22: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período

Para as duas metas relacionadas ao compromisso de Ética e Governança, foram desenvolvidas as seguintes ações:

  • Refinamos as cláusulas do nosso TCG (Termo de cláusulas e condições gerais para fornecimento de bens e de serviços), documento mandatório para todos os nossos fornecedores, a fim de esclarecermos a obrigatoriedade de seguir as boas práticas de Compliance de acordo com a cultura da Raízen.
  • Aprimoramos nossa plataforma de cadastro e monitoramento ativo de fornecedores, incluindo novas questões de Cumprimento. Dessa forma, acompanhamos ainda mais de perto a idoneidade e maturidade dos fornecedores no tema e garantimos que atendam os critérios Raízen de atuação.
  • Além de políticas, procedimentos e código de conduta, desenvolvemos um treinamento online para terceiros sobre Ética & Cumprimento, com linguagem descomplicada, disponível no Portal de Fornecedores.
  • Na safra 21/22 também nos tornamos membro atuante, como líderes temáticos da frente de comunicação e engajamento, da Ação Coletiva anti-corrupção da Agroindústria da Rede Brasil do Pacto Global da ONU.
  • Mantivemo-nos signatários no Pacto Empresarial pela Integridade e Contra a Corrupção - Instituto Ethos.
Histórico 22'23
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 22’23: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período

Para as duas metas relacionadas ao compromisso de Ética e Governança, foram desenvolvidas as seguintes ações:

Performance Multistakeholders

  • Nos mantivemos ativos na Ação Coletiva do setor da agroindústria promovido pelo Pacto Global da ONU, Rede Brasil, e contribuímos com a criação de um Guia de Boas Práticas Anticorrupção da Agroindústria.
  • Lideramos as frentes de Comunicação e de Treinamento na referida Ação Coletiva.
  • Divulgamos o Guia de Boas Práticas Anticorrupção da Agroindústria, através do Jornada Cultivar, aos Terceiros Raízen que participam dos Programas Cultivar e Elo.
  • Nos mantivemos signatários do Pacto Empresarial pela Integridade e contra a Corrupção—iniciativa criada, conjuntamente, pelo Instituto Ethos, Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), Fórum Econômico Mundial, Comitê Brasileiro do Pacto Global, entre outros.
  • Participamos do Grupo de Trabalho de Integridade fomentado pelo Instituto Ethos.

Performance parceiros

  • Lançamos o Código de Conduta de Fornecedor Raízen, que reforça a necessidade de comprometimento com os valores de Ética & Compliance da Raízen na cadeia de fornecedores.
  • Lançamos o treinamento online específico para os Fornecedor Raízen, que possibilita aos fornecedores o consumo de um conteúdo no qual a Raízen deixa clarividente as boas práticas esperadas dos Terceiros em sua atuação e durante o seu relacionamento conosco.
  • Disponibilizamos tanto o Código quanto o treinamento no site da Raízen (Espaço Ética e Portal Fornecedor) e no site Portal Sebrae-Raízen, a fim de que os conteúdos sejam facilmente acessados.
Histórico 23'24
  • Baseline: trata-se de um compromisso qualitativo.
  • Resultado 23’24: o resultado está descrito abaixo nos avanços desenvolvidos durante o período.
Avanços nesse período

Para as duas metas relacionadas ao compromisso de Ética e Governança, foram desenvolvidas as seguintes ações:

  • Durante o ano-safra 23'24, a Raízen exerceu atuação em iniciativas, grupos de trabalho e ações coletivas de combate à corrupção, nos encontros, reuniões e seminários idealizados pelo Instituto Ethos e Instituto Rede Brasil do Pacto Global, dos quais a Raízen é associada/patrocinadora.
  • Renovamos a associação para o Pacto Empresarial de Combate à Corrupção junto ao Instituto Ethos, tendo a referida renovação a vigência de Outubro/2023 a Novembro/2024.
  • Participamos de eventos com o objetivo de combate à corrupção e/ou promoção da ética e integridade nos negócios, dentre eles é valido citar:
  • 5º Congresso do IPLD sobre Integridade, ESG e PLD-FTP
  • 2ª Reunião da Ação Coletiva Anticorrupção da Agroindustria
  • Reuniões periódicas do Grupo de Trabalho do Instituto Ethos
  • Divulgação do Guia de Boas Práticas Anticorrupção (Workplace e linkedin)
  • Divulgação do treinamento para Fornecedores - Portal Sebrae
  • Realizamos patrocínio ao INSTITUTO REDE BRASIL DO PACTO GLOBAL.
Relacionamento com a comunidade

Relacionamento com a comunidade

Relacionamento com a comunidade

Realizamos um estudo robusto para identificar macrotendências, cenários e os impactos sociais das operações da Raízen. A partir desse estudo, traçamos um posicionamento de longo prazo: o compromisso de relacionamento com comunidades. Confirmamos nosso compromisso de redefinir o futuro da energia, e isso também significa direciona-la em benefício de todos, da sociedade, partindo sempre da nossa capacidade de gestão e excelência operacional.

  • Impulsionar ações de educação em 100% dos territórios em que a Raízen opera por meio de programas da Fundação Raízen.
    Progresso Meta - Anoo
    57,7%
    23'24
    100% até 30'31
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 20’21
  • Baseline 18’19: 7%
  • Resultado 20’21: não havia dados o suficiente para apuração do indicador na safra 20’21
Histórico 21’22
  • Baseline 18’19: 7%
  • Resultado 21’22: 13,9%
Histórico 22’23
  • Baseline 18’19: 7%
  • Resultado 22’23: 33,7%
Avanços nesse período
  • Em 2018, a Fundação Raízen revisitou seu modelo de atuação e iniciou a turma piloto de uma nova abordagem pedagógica que estimula a permanência na escola, a partir do desenvolvimento de competências socioemocionais e da construção do projeto de vida (Ativa Juventude). O programa é direcionado para jovens do 9º ano do Ensino Fundamental e possui duração de 12 meses. Essa mudança possibilitou aumentar o número de jovens atendidos.
  • Em 2019, ampliamos a execução do Programa Ativa Juventude para 6 núcleos da Fundação Raízen.
  • Em 2020, durante a pandemia, adaptamos a nossa atuação para o modelo remoto. Os bons resultados obtidos permitiram o redesenho do Programa Ativa Juventude para uma duração de 4 meses e em modelo híbrido. Essa mudança possibilitou a ambição de um maior número de localidades atingidas. Também em 2020, a Fundação Raízen revisitou o Programa Ativa Infância.
Avanços nesse período
  • Em 2021, comprometemo-nos a atender 100% dos territórios onde operamos até 2030, ampliando nossos vínculos com as comunidades e gerando impacto social positivo, em linha com a estratégia da Fundação Raízen, que envolve a relação afetiva com crianças, jovens, famílias e escolas.
  • Também em 2021, com o objetivo de ampliar a presença da Fundação Raízen nos territórios onde a Raízen opera, implementamos um modelo híbrido do Programa Ativa Juventude por meio de parcerias com escolas públicas municipais e/ou estaduais. Essas escolas forneceram espaços semanalmente fora do horário escolar regular. Essa iniciativa levou ao maior número de jovens atendidos na história do programa.
  • Além disso, avançamos na governança e gestão do modelo operacional do Programa Ativa Juventude. Além disso, novos territórios foram incluídos em nosso compromisso devido à aquisição de novos parques bioenergéticos pela Biosev.
  • Articulação com secretarias de educação e escolas de novos territórios onde a Raízen tem Operação (14 novos no 1º Semestre e 11 no 2º Semestre) para execução do Ativa Juventude nestes locais.
Avanços nesse período
  • Realizamos um estudo abrangente para identificar macrotendências, cenários e impactos sociais das operações da Raízen. Com base nesse estudo, definimos um posicionamento de longo prazo: compromisso com as relações comunitárias. Confirmamos nosso compromisso em redesenhar o futuro da energia, direcionando-a para o benefício de todos, sempre com base em nossa capacidade de gestão e excelência operacional.
  • Aceleramos o plano de expansão do programa Ativa Juventude e ultrapassamos a meta estabelecida. Interagimos com 20 municípios e recebemos feedback positivo, refletindo nossos fortes relacionamentos locais.
Histórico 23’24
  • Baseline 18’19: 7%
  • Resultado 23’24: 57,7%
Avanços nesse período
  • Articulação com secretarias de educação e escolas de novos territórios onde a Raízen tem Operação (14 novos no 1º Semestre e 11 no 2º Semestre) para execução do Ativa Juventude nestes locais.
  • Contratação de educadores terceiros nas localidades atendidas
  • Contratação e formação de educadores terceiros para execução do Ativa Juventude nestes territórios.
Diversidade e inclusão

Diversidade e inclusão

Diversidade e inclusão

Desde nosso surgimento, promovemos o respeito e a valorização da diversidade em um cenário em que cada ponto de vista conta. Por isso, criamos o compromisso de mulheres em cargos de alta liderança pois acreditamos que podemos gerar representatividade e acelerar o atingimentos de pensamentos diversos, que trazem resultados diferenciados.

  • Alcançar, ao menos, 30% de mulheres em cargos de liderança até 2025.
    Progresso Meta - Anoo
    27,65%
    23'24
    30% até 24'25
Histórico da safras
Seleciona a safra:
20'21
21'22
22'23
23'24
Histórico 20’21
  • Baseline 18’19: 14,5%
  • Resultado 20’21: 19%
Avanços nesse período
  • Entendendo a importância de diálogos abertos, criamos momentos de escuta com grupos de mulheres.
  • Consolidamos uma cadeira de gênero/mulheres no Comitê de Diversidade e Inclusão e envolvemos grupos internos que trabalharam na proposta.
  • Impulsionamos nossos processos de contratação para garantir que pelo menos 30% das mulheres sejam incluídas nos processos de recrutamento e seleção.
Histórico 21’22
  • Baseline 18’19: 14,5%
  • Resultado 21’22: 21%
Avanços nesse período
  • Na safra 21'22, a Raízen tornou-se signatária dos 7 Princípios do Empoderamento das Mulheres (WEPs) da ONU Mulheres.
  • Visando à equidade de gênero em posições de liderança na Raízen, o Conselho de Administração anunciou a eleição de Luciana de Oliveira Cezar Coelho e Sonat Burman-Olsson como membros independentes. Em reconhecimento a essa ação, a Raízen recebeu o selo Women on Board, uma iniciativa apoiada pela ONU Mulheres que reconhece a presença de mulheres em conselhos de administração.
  • Iniciado em agosto de 2021, o Programa de Mentoria para Mulheres é destinado a capacitar mulheres com potencial para ocupar cargos de alta liderança. O programa de mentoria tem duração de 12 meses e inclui sessões de apoio e crescimento mútuo por meio de reuniões.
  • Em 2021, o Programa de Trainees da Raízen contratou 90% de mulheres no processo seletivo
Histórico 22’23
  • Baseline 18’19: 14,5%
  • Resultado 22’23: 25%
Avanços nesse período
  • Censo de Diversidade e Inclusão como diagnóstico para revisão da estratégia e plano tático.
  • Programa de contratação de líderes mulheres.
  • Programa de mentoria para mulheres.
  • Programa de capacitação da liderança sobre Diversidade e Inclusão.
  • Programas de Talentos (estágio e trainees) com pelo menos 50% de mulheres.
  • Biosev e Lubrificantes não entraram no cálculo; farão parte do escopo deste compromisso a partir da próxima safra.
Histórico 23’24
  • Baseline 18’19: 14,5%
  • Resultado 23’24: 27,65%
    *A partir da safra 23’24 o indicador passou a considerar os ativos da ex-Biosev e Raízen Lubrificantes.
Avanços nesse período
  • Vagas de liderança afirmativa para mulheres
  • Programa de mentoria para mulheres (aceleração)
  • Programas de Talentos (estágio e trainees) estratégia de contratação de ao menos 50% de mulheres

Central de Indicadores

Como parte do nosso compromisso de transparência com nossos stakeholders, a Central de Indicadores contempla os principais índices de desempenho e de sustentabilidade da Raízen.

Nela, estão presentes os indicadores de acordo com os padrões Global Reporting Initiative (GRI), Sustainability Accounting Standards Board (SASB), World Economic Forum (WEF), além de informações gerais e mostras financeiras da companhia.

Índices e Ratings

Confira abaixo os principais índices e ratings dos quais fazemos parte:

  • Carbon Disclosure Project (CDP)

    Visa a divulgação de informações de impactos ambientais, especialmente relacionadas às mudanças climáticas, fornecendo dados para investidores e tomadores de decisão. Em nosso último desempenho, em 2023, mantivemos nossa posição de liderança, com avaliação A-.

  • Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)

    Índice da Bolsa de Valores (B3) que avalia o desempenho das empresas listadas em relação às práticas ambientais, sociais e de governança corporativa. Pelo segundo ano consecutivo, a Raízen integra a carteira das empresas comprometidas com a sustentabilidade empresarial

  • Índice Carbono Eficiente (ICO2)

    Indicador que demonstra o desempenho da empresa com base nas emissões, para que investidores possam selecionar investimentos com menor pegada de carbono. Pelo segundo ano consecutivo, a Raízen se mantem entre as empresas mais comprometidas com a agenda. “dos investidores. Apoiamos a COSAN há 3 anos no preenchimento deste índice”.

  • Ecovadis

    Plataforma que avalia e reconhece as boas práticas de sustentabilidade de fornecedores em várias áreas, como meio ambiente, ética, direitos humanos e cadeia de suprimentos. Em 2022, a Raízen recebeu o selo prata, nos posicionando entre as empresas mais bem avaliadas.

  • Dow Jones Sustainability Index (DJSI)

    São indicadores que avaliam o desempenho das empresas cotadas na Bolsa de Valores de Nova York em termos de sustentabilidade, incluindo aspectos ambientais sociais e de governança corporativa (ESG), sendo amplamente utilizado por investidores. Apoiamos a COSAN há 3 anos no preenchimento deste índice.